quinta-feira, 30 de outubro de 2014

RECORDANDO A HISTORIA - SARNEY E A GLOBO.


Em sua autobiografia, Maílson conta como Sarney só o nomeou ministro da Fazenda depois do OK de Roberto Marinho


Nas memórias do ex-ministro da Fazenda Maílson da Nóbrega, o consultor revela seu livro a inacreditável submissão do então presidente da República José Sarney (1985-1990) ao dono da Rede Globo, o falecido Roberto Marinho.
Maílson conta, com simplicidade, sem julgamentos, como Sarney só o nomeou ministro da Fazenda a 6 de janeiro de 1988 após ter sido sabatinado pessoalmente, a pedido do presidente, por Roberto Marinho. E como a Globo divulgou sua nomeação com exclusividade antes mesmo de o próprio presidente convidá-lo a comparecer a seu gabinete, no Palácio do Planalto, onde assinaria o respectivo decreto.
Até então, ele, como secretário-geral do Ministério da Fazenda, atuou durante 16 dias como ministro interino desde a renúncia do titular, o economista Luiz Carlos Bresser Pereira.

Conta MaílsonCLIQUE AQUI

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

DEU NO...

Advogados da OAB de Bacabal participam da XXII Conferência Nacional dos Advogados

Dra Marlúcia Viana ( Secretária Geral da OAB de Bacabal),
Dra Patricia Cardoso (Pres. da Comissão de Jovens Advogados da OAB de Bacabal) e Dra Erika Samad.
Entre os dias 20 e 23 de outubro, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil realizou, no Rio de Janeiro, a XXII Conferência Nacional dos Advogados, com a participação de mais de 16 mil advogados de todo o país. O maior evento jurídico da América Latina contou com a presença de renomados juristas que abrilhantaram o mais importante fórum de debates da advocacia e sociedade.

A conferência cujo tema “Constituição Democrática e Efetivação de Direitos” teve como repertório a participação de 250 palestrantes, 40 painéis, eventos especiais, bate papos culturais, feiras jurídicos e show com artistas brasileiros.

A Seccional da OAB de Bacabal também esteve presente representada pela Dra. Francisca Marlúcia de Mesquita Carneiro Viana (Secretária Geral da OAB de Bacabal); Dra. Patrícia Daniele Sousa Cardoso (Presidente da Comissão de Jovens Advogados da OAB de Bacabal); bem como pelos advogados Dr. Henrique Roosevelt Olímpio de Oliveira; Dra. Erika Leal Samad; Dr. José de Ribamar Viana.
 Dr. Flávio (Diretor da ESA da OAB-MG) , Dra Patrícia Cardoso; Dr. Luis Cláudio (Presidente da OAB-MG) e Dra Helena (Secretaria Geral da OAB-MG).
Dra. Patrícia Cardoso destaca que: "A OAB está de parabéns pela organização deste evento que já se consagrou como o maior evento da advocacia brasileira, sobretudo, por proporcionar aos advogados a interação  com juristas renomados na discussão de temas atuais sempre em busca da efetivação dos direitos já conquistados e garantidos  constitucionalmente, sem perder de vista o papel do advogado enquanto agente atuante no desenvolvimento de uma nação mais justa e solidária”.

Segundo Dra Erika Samad “Participar do evento mais importante no país ao advogado não só atualiza e amplia o seu conhecimento sobre os principais temas para o exercício da profissão, como também lhe proporciona reencontrar colegas e professores de outros Estados, novas oportunidades de trabalho, além de novas amizades e atualização com tudo que há de mais moderno para facilitar sua vida advocatícia, creio que o maior benefício quem recebe são nossos clientes. Se Deus me permitir, estarei presente em todos os vindouros".
Dr Henrique Olimpio; dra Patricia Cardoso; Dr. Mario Macieira ( Presidente da OAB- MA), e Dra Erika Samad
Nas palavras de Dr. Henrique Roosevelt: “Ressalto a importância da participação em um evento grandioso como este, oportunidade de ampliar o conhecimento jurídico, discutir temas de grande relevância no âmbito nacional bem como de interação profissional com outros advogados”.

ENTREVISTA.


O Nordeste não é do PT

com Marcus André Melo

• O cientista político diz que o eleitor mais desfavorecido sempre tende a votar a favor do governo e que a educação é fator essencial para aumentar a qualidade da política

Revista Veja

No primeiro turno das eleições, a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff se manteve na liderança em todos os estados nordestinos, à exceção de Pernambuco. No Piauí, Dilma levou 70% dos votos, o seu melhor desempenho estadual. 

O cientista político pernambucano Marcus André Melo,  Professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com Ph.D. na Universidade de Sussex, na Inglaterra, e pós-doutorado no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), observa que não se pode definir a região como petista.

Nas áreas economicamente desfavorecidas, não há uma fidelidade mecânica ao partido. O que existe é um comportamento de adesão a qualquer governo vigente, justamente devido à dependência que a população dos grotões do Brasil guarda em relação às políticas públicas. 

Qualunquismo é a expressão usada por Melo para descrever esse fenômeno. Isso significa que o eleitor não está fechado a novas propostas que, nas palavras do acadêmico, "maximizem o seu bem-estar".

terça-feira, 28 de outubro de 2014

NOVO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA - QUEM GANHA E QUEM PERDE?


jefferson-portelaO governador eleito do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou nesta segunda (27) o nome do oitavo membro da sua equipe de governo. Trata-se do delegado de Polícia Civil Jefferson Portela. Ele comandará a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).
Quem ganha certamente é a sociedade maranhense com a indicação de um profissional sério e dedicado. Quem perde certamente é o  deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB), que deixou o grupo Sarney no ano passado com dois objetivos: conseguir reeleger-se e voltar ao posto máximo da segurança no governo Flávio Dino.
Preocupo-me agora é com as conseqüências dessa indicação. Vejam caros leitores que bastou Dino se eleger para acabar as rebeliões. Caso elas voltem depois da indicação no novo secretário, vai ficar muito suspeito.
Cala-te boca Rogério Alves.  

Ebola mata mais de 4.900 pessoas e casos chegam a 10 mil.


GENEBRA (Reuters) - O número de mortospela epidemia de ebola alcançou 4.922, de um total de 10.141 casos em oito países até 23 de outubro, afirmou a Organização Mundial de Saúde (OMS) neste sábado. 

Os três países mais afetados na África Ocidental (Guiné, Libéria e Serra Leoa) tiveram quase todos os mortos, numa cifra de 4.912, de um total de 10.114 casos, segundo nota da OMS. 

A agência da ONU salientou em nota que dos oito distritos da Libéria e da Guiné, que fazem fronteira com a Costa do Marfim, apenas dois têm relatado casos confirmados ou prováveis de Ebola. 

Valores globais incluem dados da Nigéria e do Senegal, onde a OMS considera que não há mais a epidemia, bem como casos isolados em Espanha, EUA e Mali.  

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

JOAQUIM BARBOSA - SEM CARTEIRA.


Ninguém duvida que Joaquim Barbosa seja um herói nacional, nem que sua atuação como Ministro do STF tenha sido relevante, mas agora, após a aposentadoria, tem ele que se submeter as regras da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, se quiser atuar como advogado.

Fato é que o presidente da OAB do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, pediu para que a comissão de seleção da entidade que dirige rejeite o pedido de registro como advogado do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa. 

A justificativa foi o reiterado descumprimento ao Estatuto da Ordem quando era Ministro, demonstrando desrespeito a classe.  Um dos casos foi do ex-ministro Maurício Correa, já falecido, que foi acusado por Barbosa de usar o prestígio de ex-ministro para tratar de ações que tramitavam no STF. O outro foi o advogado José Gerardo Grossi. Segundo a OAB, Grossi teria sido ofendido por Barbosa quando o então presidente do STF afirmou que havia um conluio de advogados para defender os mensaleiros.

No pedido de impugnação, Ibaneis cita vários outros episódios que, segundo ele, demonstram que Barbosa ofendeu advogados enquanto estava no Supremo Tribunal Federal.

Joaquim Barbosa já foi notificado do pedido de impugnação e poderá contestá-lo ou simplesmente aguardar que a comissão de seleção tome decisão. 

Aqui na planicie somos todos iguais e devemos respeito mutuo. Barbosa será muito bem vindo, mas que lhe sirva de lição e passe a dar o respeito que  a profissão de advogado merece.

Lição 1. 


Lei 8.906
CAPÍTULO II

Dos Direitos do Advogado

        Art. 6º Não há hierarquia nem subordinação entre advogados, magistrados e membros do Ministério Público, devendo todos tratar-se com consideração e respeito recíprocos.

O que é a Operação Lava Jato ?



Dilma e Lula sabiam dos desvios na Petrobras, mostra Revista Veja


A operação Lava Jato foi deflagrada no dia 17 de março de 2014 em vários estados brasileiros e no Distrito Federal. A operação investiga um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas envolvendo a Petrobras, que pode ter movimentado cerca de R$ 10 bilhões, segundo a PF.
De acordo com as investigações, a organização criminosa era liderada pelo doleiro Alberto Youssef. Ele e os procuradores do MPF entraram em um acordo de delação premiada. Com isso, ele se comprometeu a dizer tudo o que sabe sobre o esquema de lavagem de dinheiro que chefiava, em troca de reduções nas penas que podem ser imputadas. O documento que pede a absolvição do doleiro no caso do tráfico de drogas não cita o acordo de delação.
O acordo de delação premiada será homologado pela Justiça se, depois da fase dos depoimentos, ficar comprovada a veracidade das informações que Youssef fornecer. O acordo foi assinado um dia após a defesa revelar que o doleiro tinha essa pretensão.

domingo, 26 de outubro de 2014

Quem não votar deve justificar ausência; saiba como.


Do R7
Justificativa pode ser feita por qualquer um que esteja fora do domicílio eleitoral neste domingoFabio Rodrigues Pozzebom/ABr – 6.8.2010
Quem estiver fora da cidade onde está cadastrado o título de eleitor neste domingo (26) vai precisar justificar a ausência nas urnas. A Justiça Eleitoral recomenda que isso seja feito durante o horário da votação nos postos montados especialmente para justificativas.
O eleitor terá que preencher o RJE (Requerimento de Justificativa Eleitoral), que está disponível no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e também na maioria das seções eleitorais. O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de cada Estado orienta sobre os locais onde é possível justificar a ausência.
Além do formulário, será necessário apresentar um documento oficial com foto e o título de eleitor ou o número dele, que pode ser consultado no site do TSE. Os postos de justificativa funcionarão nos mesmos horários da votação, das 8h às 17h (hora local).
Aqueles que não conseguirem justificar neste domingo terão 60 dias para procurar um Cartório Eleitoral. Em qualquer hipótese, o requerimento deve ser acompanhado de documentos que provem a impossibilidade do eleitor de comparecer às urnas.
Quem não estiver com a situação eleitoral regularizada será proibido de: obter passaporte ou carteira de identidade; receber salário de emprego público, autárquico ou paraestatal; participar de concorrência pública com órgãos municipais, estaduais ou federais; obter empréstimos com bancos públicos; inscrever-se ou tomar posse em concurso público; matricular-se em instituições de ensino públicas; entre outras punições.

ANIVERSÁRIO DE OITENTA ANOS DE SEU IVALDO POUSO.






Hoje a cidade está em festa, trata-se dos oitenta anos do senhor Ivaldo Pouso Silva. Pai de Jorge, Paulo Campos, Ivaldo Filho, Concita, Diana, Sandra, Lilia, Daniel, Keila e Poliana, esse mestre tem mais 27 netos e 9 bisnetos. Ele que é natural da balneária e folclórica Axixá, é filho Pedro Coco e Leopoldina Coco.


Aposentado como coletor da Secretaria Estadual da Fazenda do Maranhão esse esposo de Zélia Campos Silva, administrou grandes coletorias do nosso estado como: Bacabal, São Mateus, Vitorino Freire, Lago da Pedra, e outras.

Seu Ivaldo chegou a Bacabal em 1961, e de lá para cá, ajudou a construir a história do município, que lhe deu o título de cidadão bacabalense outorgado pelos nobres vereadores da cidade num projeto do saudoso vereador Joãozinho.

Amigo de todos, bebedor, não tomador, de cerveja, brincalhão,  piadista, amante das feiras e mercados livres, seu Ivaldo é um patrimônio vivo da nossa cidade. 

Que Deus possa continuar sempre lhe abençoando, que nos seus 80 anos nós possamos, além de parabenizá-lo, compreender que o homem bom é como a videira.
  
Que a história de vida do nosso eterno coletor Ivaldo Pouso nos sirva de exemplo. Parabéns por mais essa data de alegria para os amigos e familiares.A festa, ou melhor, o festejo começa hoje e se estenderá até o domingo.

Haja cerveja

 Do blog do Zé Lopes


sábado, 25 de outubro de 2014

Sabe aquela parábola do bode na sala ?

O pai trabalhador que passava necessidade com a família, uma casa muito apertada, sem nenhum conforto, que pediu ajuda do político e este o mandou colocar um bode na sala e voltasse após uma semana. 

Quando voltou, pediu “pelo amor de Deus, tá muito pior e coisa e tal, o que eu faço”? 

E o político então mandou que ele tirasse o bode da sala e voltasse em mais uma semana. 

Aí, então, que maravilha! Que conforto! Como a casa ficou espaçosa, confortável, cheirosa!.

E viveram felizes e agradecidos ao ‘santo político’ que resolveu seu problema de moradia. 

Eu aqui fico pensando onde anda o asfalto prometido. Será que foi só o bode preto pra que alguém diga: trás pelo menos aquele pouquinho.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014


Rogério Alves: "Recurso de Deoclides no STF não dará em nada"

Rogério Alves Silva

Para o advogado Bacabalense Rogério Alves Silva o Recurso que o candidato a deputado federal Deoclides Macedo pretende impetrar no Supremo Tribunal Federal (STF) não dará em nada e por consequência na alterá mais o resultados das eleições no Estado do Maranhão.



Formado em direito pela Universidade Federal de Pernambuco e especializado em administração pública pela Universidade Estácio de Sá do Rio de Janeiro, Alves já foi presidente da OAB/Ma - subsecção de Bacabal, e conselheiro estadual da OAB Maranhão.

Para Rogério Alves "depois de encerradas as chances de Deoclides Macedo no TSE, o ex-prefeito se apega agora a apenas discutir a constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa no STF".



Porém ele explica que "o argumento do ex-prefeito já foi discutido e julgado pelo STF na análise conjunta das Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs 29 e 30) e da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4578) que tratam da Lei Complementar 135/2010, a Lei da Ficha Limpa".



Alves acrescenta que "por maioria dos votos, no julgamento ocorrido em 16 de fevereiro de 2012, prevaleceu o entendimento em favor da constitucionalidade da lei, que passou a ser aplicada para as eleições a partir de 2012. Por essa razão o ex-prefeito conseguiu registro para as eleições anteriores a 2012 e teve seu registro negado nas eleições de 2014, já sob a égide do novo entendimento do STF".



O advogado bacabalense vai além afirmando que "a esperança de Macedo foi a divergência aberta pelo ministro Dias Toffoli que, baseando seu voto no princípio da presunção de inocência, salientou que só pode ser considerado inelegível o cidadão que tiver condenação transitada em julgado (quando não cabe mais recurso). A Lei da Ficha Limpa permite que a inelegibilidade seja declarada após decisão de um órgão colegiado. Que é o caso das contas julgadas pelo TCE-MA. Porem a divergência foi vencida e não houve nenhum sinal de mudança de pensamento nos julgamentos seguintes".



Por Abel Carvalho

quarta-feira, 22 de outubro de 2014


SAAE regulariza e amplia abastecimento de água na Vila da Paz

Ascom SAAE

A exemplo da maioria dos bairros de Bacabal, a Vila da Paz enfrentava sérios problemas no abastecimento de água potável. Isso acontecia devido a canalização inadequada em que se usavam canos com espessura imprópria.

O SAAE substituiu os canos de 32 milímetros por canos de 60 milímetros, facilitando a passagem da água que, agora chega com força às residenciais. Na Vila da Paz, onde o trabalho de regularização e ampliação da rede de abastecimento também está sendo concluído, não existia sequer Hidrômetros. Com os investimentos feitos pela autarquia, mais de 20 ruas passam a dispor de água canalizada em tempo integral.

Dona Maria José é comerciante e está feliz pelo fim do drama de chegar em casa e não ter água para o consumo e para tomar banho.

“Todos aqui estão muito felizes com o trabalho feito pelo SAAE. Vivíamos um sofrimento eterno e só agora o problema foi resolvido. Somos conscientes de que o governo não pode fazer tudo ao mesmo tempo, mas eu tinha certeza que os benefícios chegariam a nosso bairro e chegou”, afirmou a comerciante comemorando a regularização do abastecimento de água no bairro.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

O Bom papel dos vereadores.


Buraqueira nas Cohab's e bairro da Areia está com os dias contados se os vereadores Rogério e Glaydson agirem rápido

Rogério Santos (sentado) e Glaydson Santos
Estamos nas últimas semanas de outubro e a partir do próximo dia 1º restarão dois meses para o fim da era Sarney no Maranhão, tempo suficiente, por exemplo, para que os 5 km de asfalto que o senador João Alberto (PMDB) diz ter conseguido para o bairro Trizidela venham para Bacabal e sejam direcionados para tapar os incontáveis buracos que incomodam e causam prejuízos aos pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas, que trafegam diariamente pelas ruas do centro de Bacabal. Porém, também podem solucionar os mesmos problemas nos bairros.

As Cohab’s I, II e III, (onde eu moro) e onde o vereador Rogério Santos (PPS) obteve a maioria dos seus votos; e o bairro da Areia, principal reduto eleitoral de Glaydson Santos (PSD), são comunidades que teriam mais chances de serem agraciadas com os benefícios já que os dois edis citados fazem parte do grupo político do senador e têm relações estreitas com o deputado Roberto Costa (PMDB).

Os dois, inclusive, fazem parte da comissão de vereadores que fiscalizam tudo que acontece no município. 

Certamente é esse o Bom papel dos vereadores e está aí uma ótima chance dos mesmos subirem no conceito dos moradores. 

Basta querer...

Informações do Blog do Sérgio Matias.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

“Cura Gay” 2015.

Vejam o que é a política. Você lembra do Projeto de Lei chamado “Cura Gay”?

Em 2013, projeto com teor igual de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO) chegou a ser aprovado na CDH, quando o colegiado era presidido pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP). A tramitação foi encerrada por votação simbólica do plenário da Câmara, em julho, após pedido do próprio autor.

Mais e dai? Isso é assunto velho.

Sei que você não sabia, mas o mesmo texto foi apresentado em abril deste ano pelo deputado Pastor Eurico (PSB-PE). Como o partido lançou candidato a presidência (Eduardo e depois Marina), foi pedido pelo Conselho de Ética do PSB à Secretaria-Geral da Mesa da Câmara o arquivamento da proposta.

Mais e daí Rogério? Tá arquivado, acabou.

Projeto semelhante pode ser apresentado pelo próprio deputado ou qualquer outro parlamentar 2015 e acreditem, o dito Pastor Eurico foi reeleito em Pernambuco e veja o que ele disse sobre o arquivamento da “cura gay”:   disse estar seguindo "negócio interno". "O partido fez um pedido e eu sou solidário".

O que ele pensa de verdade sobre o tema: “qualquer pessoa deve ter o direito de pedir um tratamento desse tipo”.


Ou seja, pode se preparar que em 2015 volta tudo de novo. Preconceito e intolerância tem sido a tônica desse projeto. E o pior é que parte da sociedade aceita pois reelegeu o tal Eurico.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Decisão do TSE assegura segundo mandato ao deputado federal Alberto Filho.

Blog do Sérgio Matias
Na noite desta quinta-feira (9) o Tribunal Superior Eleitoral apreciou, e, por unanimidade, desproveu o agravo regimental, nos termos do voto da Relatora,Ministra Maria Thereza Rocha De Assis Moura, que em uma decisão havia cancelado o registro de candidatura de Deoclides Macedo (PDT), ex-prefeito de Porto Franco.

Com a decisão monocrática tomada anteriormente pela Ministra restou ao candidato recorrer da decisão e concorrer as eleições mesmo estando com seu registro sub judice, correndo o risco de ter seus votos considerados nulos após o pleito.

Como na sessão realizada na noite desta quinta-feira (9) os Ministros Napoleão Nunes Maia Filho, Henrique Neves da Silva, Luciana Lóssio, Luiz Fux, Roberto Barroso e Gilmar Mendes (no exercício da Presidência) votaram com a Relatora, os 56.123 votos que Deoclides Macêdo (PDT), candidato a deputado federal pela coligação PDT/PTC/PROS, foram considerados nulos. Acabando assim com a possibilidade do deputado Alberto Filho (PMDB), eleito na última vaga das 7 conseguidas pela coligação dos formada pelos partidos PMDB/DEM/PTB/PV/PRB/PR, perder o novo mandato para Julião Amin (PDT).

Portanto, a partir de agora, o deputado bacabalense pode se planejar com tranquilidade para exercer com dignidade seu segundo mandato no Congresso Federal. Ele terá como companhia na defesa dos interesses de Bacabal e região, o deputado federal eleito João Marcelo (PMDB), filho do senador e ex-prefeito de Bacabal, João Alberto de Sousa. VEJA ABAIXO DECISÃO PUBLICADA NO SITE DO TSE.

domingo, 5 de outubro de 2014

EXTRA EXTRA!


Dr. Lisboa reverte a situação de sua candidatura e já pode ser votado para deputado federal nesta eleição.

No apagar das luzes o ex-prefeito de Bacabal, Raimundo Nonato Lisboa (PRTB), conseguiu do Tribunal Superior Eleitoral o direito de disputar nas eleições deste domingo (5) o cargo de deputado federal pela coligação “Democrata Trabalhista” que é composta pelos partidos: PRTB/PSL/PSDC/PRP/PTN.

De Acordo com o que está publicado no site oficial do TSE o registro de Dr. Lisboa passou de Inapto para Apto, ou seja, habilitado para ser votado na urna eletrônica. Entretanto, seu registro ainda permanece indeferido, só que agora com recurso, o que significa que foi julgado irregular por não atender as condições necessárias para o deferimento do registro, mas que concorre aguardando julgamento por instância superior.

Sendo assim, os eleitores que nutriam o desejo de votar e eleger o ex-prefeito de Bacabal para ocupar uma das 18 vagas que o Maranhão tem direito na Câmara Federal, já podem ao entrar na cabine eleitoral teclar no 2800, número de Dr. Lisboa na urna eletrônica.

FIM DA ENQUETE.

Se o voto não fosse obrigatório, você iria votar nas próximas eleições?

SIM

  7 (50%)
 

NÃO

  7 (50%)
 


O resultado mostra que o povo de Bacabal pensa diferente do resultado nacional (VEJA)