13 maio 2016

ACABOU O TEMPO DE PRISÃO DE BARÃO.

Estamos de volta ao tempo da blindagem dos poderosos. Menos de 24 horas depois de autorizar a investigação, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu as diligências para coleta de provas do inquérito que investiga o senador Aécio Neves por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro em irregularidades na estatal de Furnas.
 
No despacho publicado nesta quinta-feira (12), o mesmo ministro afirmou que as informações prestadas pelo senador "podem demonstrar" que o inquérito aberto na quarta-feira (11) não tinha novas provas que o justificasse. O processo voltou para a análise de Rodrigo Janot, procurador-geral da República.
 
Bastou o afastamento de Dilma para retomarem a antiga prática de esconder os mal feitos dos poderosos. Até agora ninguém sabe explicar porque pedir empréstimo virou crime e lavagem de dinheiro merece perdão.

Nenhum comentário:

CONCILIAÇÃO ITINERANTE EM BOM LUGAR.

 O  Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), por meio do projeto Conciliação está oeferencendo um serviço itinerante para  a população de Alt...