terça-feira, 31 de outubro de 2017

Ninguém mais se lembra do aumento de Iluminação.


Os vereadores  Egídio Augusto Amaral Soares e Manuel Lima da Silva, entraram com Mandado de Segurança contra ato praticado pelo Presidente da Câmara Municipal de Bacabal - MA, Edvan Brandão Farias, e conseguiram  a anulação da votação do Projeto de Lei 1345/2017, bem como a imediata interrupção do Projeto de Lei Complementar, com multa diária de R$ 200,00 (duzentos reais) a ser aplicada diretamente à pessoa do Presidente da Câmara Municipal de Bacabal/MA para cada dia de descumprimento.

Mais isso todo mundo já sabe. A novidade é que  nem a Câmara Municipal e nem o Município de Bacabal deram a mínima para a notificação da justiça. Vejam o andamento atualizado do processo:



O que isso significa?  Ou o presidente da Câmara e o prefeito não estão preocupados com a justiça ou desistiram do aumento e não querem assumir publicamente para não ficar feio.

Leia a matéria anterior.

ZÉ VIEIRA E ROBERTO COSTA JUNTOS PARA A LUZ.

Todo bacabalense se pergunta porque os vereadores de oposição (a exceção do Coronel Egídio e do Manoel da Concórdia) participaram, de cabeça baixa e silenciosos, da vergonhosa votação do aumento da iluminação pública.

A outra pergunta que não quer calar é por que o líder de oposição (Roberto Costa) não fez qualquer crítica a postura de sua bancada?

Pelo que foi visto nas redes sociais, o único representante do grupo do senador João Alberto que demonstrou indignação foi o Coronel Egídio (que demonstra seriedade e aversão aos conchavos políticos).

Oposicionistas não querem acreditar que seus representantes tenham sucumbido aos encantos do poder, mas ficou evidente que, os vereadores experientes conhecem o caminho das pedras.

No entanto, o POVO É QUE TOMA A PEDRADA.




segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Hulk para presidente. Depois não venha me dizer que não temos opção.

O apresentador da TV Globo Luciano Hulk já é um nome de peso na disputa das eleições presidenciais de 2018, aponta uma pesquisa do Ibope sobre as intenções de voto divulgada no blog de Lauro Jardim em O Globo neste domingo.
De acordo com o levantamento, que não considera Lula na disputa, o novato na política ficaria em terceiro com 8%, atrás de Marina (15%) e Bolsonaro (15%). Ciro tem 7%, Alckmin 7% e João Doria 5%.
Com Lula, cenário descartado pelo mercado financeiro, Huck empata na quarta posição com Alckmin (5%) e fica um pouco à frente de Joao Doria. Lula tem 35%, Bolsonaro 13% e Marina 8%.
A votação espontânea, quando não é apresentada uma lista ao entrevistado, Huck some das preferências. Isso indica que os eleitores ainda não o veem como um candidato, o que revela um forte potencial de crescimento.
Lauro Jardim traz ainda a informação de que o PPS seria a legenda escolhida por Huck caso ele decida entrar na corrida.            

domingo, 29 de outubro de 2017

A incoerência do governador Flávio Dino.

Do blog do Joge Aragão.
Este Blog não só já criticou, como demonstrou por inúmeras vezes a incoerência latente do governador Flávio Dino (PCdoB).
Desde que chegou ao poder, Flávio Dino mudou de ideia em relação a praticamente tudo que condenava antes, como: aluguel camarada, locação de aeronaves, dispensa de licitação, emendas parlamentares, medidas provisórias, enfim, a lista é extensa.
Entretanto nesta semana, novamente, veio ao debate mais uma incoerência gritante do comunista: os empréstimos contraídos pelo Governo do Maranhão. Dino não só era contrário à prática, como também tentava evitar na Justiça que novos empréstimos fossem contraídos.
Só que quando chegou ao Palácio dos Leões, Flávio Dino não só esqueceu o discurso, como tem abusado da boa vontade dos maranhenses na realização de novos empréstimos. Somente em 2017 já foram três empréstimos autorizados pela Assembleia Legislativa.
Para se ter uma ideia do tamanho da incoerência do governador, desde 2015 até o presente momento, Flávio Dino já conseguiu na Assembleia a autorização de mais de R$ 1 bilhão para contrair dívidas para o Maranhão.
O mais curioso é que mesmo com esse volume tão grande de recurso, fora o que ainda ficou do empréstimo do Governo Roseana junto ao BNDES, ninguém, em todo o Maranhão, conseguiu ver uma grande obra da gestão comunista.
Uma incoerência de mais de R$ 1 bilhão.

sábado, 21 de outubro de 2017

SE LIGA ZÉ VIEIRA. CAUTELA E CANJA DE GALINHA NÃO FAZ MAL A NINGUÉM.


Que os primeiros meses do governo Zé Vieira reorganizaram os serviços públicos  e devolveram ao município de  Bacabal um clima de ordem não se pode negar, porém, é preciso ficar atento para os vícios naturais de quem está no poder.

O primeiro erro de quem ocupa cargo público é não aceitar uma crítica para evitar que questionem sua habilidade e queiram tomar o seu lugar.

Outro erro comum é negar o problema e tentar resolver de imediato. 

Nas duas situações o prejuízo será tanto para o servidor como para o cidadão, pois no primeiro caso o servidor tende a se isolar e ouvir apenas as pessoas que fazem elogios. Nessa hora ele se expõe aos bajuladores  (que normalmente cercam quem está no poder)  e se isolam em uma ilha da fantasia  (onde todos os seus sonhos se realizam) esquecendo da sua função que é SERVIR. No segundo caso, o servidor nega o problema e corre para resolver o problema pensando que com isso irá esconder a sua existência, mas acontece que ao não ouvir o problema atentamente, não consegue resolvê'-lo de forma satisfatória e acaba gastando tempo e dinheiro sem agradar ao cidadão.

Após um início digno de aplausos surgem os problemas da atual administração. A limpeza urbana está deficitária pois a coleta é regular mas as ruas estão sujas. A saúde ainda é insuficiente pois temos bons profissionais na rede mas falta material e infraestrutura estrutura nos hospitais e postos de saúde. Falta água onde nunca faltou e sobra cobrança com aumento de taxas.

Pequenos problemas podem ser consertados rapidamente se tiverem a devida atenção.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Não é para ofender e sim para raciocinar.

Enquanto Roberto Costa insiste na tese remotíssima  (o STF precisa julgar uma Adin antes que o TSE julgue Zé Vieira) de que assumirar a prefeitura de Bacabal, recorro a seguinte frase: "O  analfabetismo político domina todas as esferas do Brasil". 

Quem disse foi o Senador Roberto Requião, do mesmo partido do deputado Costa, mas eu, imitando o senador venho citar  o dramaturgo alemão Bertolt Brecht (1898-1956) para quem o pior analfabeto era o analfabeto político: 

"Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior dos bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais ou multinacionais".

Cuidados aos cultos, curtos de idéia, que defendem militarismo misturado com política e defendem família sem respeitar a diversidade.

Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política nascem os ditadores e os demagogos.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

PATRÍCIA VIEIRA PÚBLICA TEXTO DEMONSTRANDO APOIO A ZÉ VIEIRA.

A esposa que sempre se reservou a apoiar o marido parece que tomou gosto de vez pela política.

Depois de quase desistir da vida pública por não ter sido eleita para deputada estadual Patrícia Vieira agora se apresenta como companheira de luta em favor do povo.

E para desespero de Roberto Costa a jovem primeira dama vem ganhando cada vez mais admiradores.

Vejam o texto publicado por ela:

"exatamente 14 anos atrás recebi esse presente de Deus que foi vc. 
Com vc cresci, aprendi e continuo em um aprendizado diário, pois sua experiência de vida me engrandece diariamente.  Muitas dificuldades enfrentamos na vida e muitas lutas perdemos e vencemos juntos, como demonstração de amor, carinho e perseverança. 
Pois nas dificuldades, aonde nosso sentimento foi posto à prova, superamos e nos unimos cada vez mais. 
Que Deus continue a nos abençoar para juntos cuidarmos do nosso povo que tanto necessita. Amor da minha vida!"

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

OAB SEMPRE NA DEFESA DOS ADVOGADOS.


Desde que a Lei nº 13.105 de 16 de Março de 2015 institui o Novo Código Processual Civil os advogados tem vivido uma verdadeira confusão quanto aos prazos.


O Art. 219 diz que “Na contagem de prazo em dias, estabelecido por lei ou pelo juiz, computar-se-ão somente os dias úteis.” Porém, o parágrafo único limita o disposto no citado artigo somente aos prazos processuais, deixando de fora os demais prazos de justiça.

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil foi ao Supremo Tribunal Federal pedir que os prazos da Justiça sejam contados também em dias úteis e mais, em Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental, distribuída para o gabinete do ministro Luiz Fux, a entidade afirma que a nova regra está sendo desrespeitada por juizados especiais (nas áreas cível, federal e da Fazenda Pública) em todo o país.

Opinião do







Eu apoio essa luta da Ordem pois sabemos que juízes nunca cumprem seus prazos e tentam diminuir a profissão de advogado alegando que Juizados são pautados pelo princípio da celeridade. Então porque as audiências demoram quase um ano para serem marcadas? Porque as execuções nos juizados não prosperam?

A contagem de todos os prazos em dias úteis é o reconhecimento do direito de descanso semanal do advogado. A maioria dos juízes só trabalham de terça a quinta (TQQ) e querem os advogados trabalhando aos sábados, domingos e feriados.

domingo, 1 de outubro de 2017

VAMOS DISCUTIR EUTANÁSIA.

Charles Gard, nascido com síndrome de depleção de DNA mitocondrial (MDDS), uma desordem genética rara que causa dano cerebral progressivo e insuficiência muscular.

MDDS não tem tratamento e geralmente causa morte na infância.

O caso dessa criança se tornou controverso porque a equipe médica e os pais discordaram sobre se o tratamento experimental era do melhor interesse da criança.

Em outubro de 2016, Charlie foi transferido para um hospital infantil do Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra, porque ele não estava prosperando e sua respiração era superficial. Ele foi colocado em ventilação mecânica e MDDS foi diagnosticado.

Um neurólogo em Nova York, Michio Hirano, que estava trabalhando em um tratamento experimental com base em suplementação de nucleósido com pacientes com MDDS humanos, foi convidado a ir ao hospital para examinar Charlie  e autorizado a prosseguir o tratamento.

Em janeiro, depois de Charlie ter convulsões que causaram danos cerebrais, se formou a visão de que um tratamento adicional era inútil e poderia prolongar o sofrimento. Eles começaram as discussões com os pais sobre o fim do suporte vital e a prestação de cuidados paliativos.

Os pais de Charlie ainda queriam continuar o tratamento experimental e arrecadaram fundos para uma transferência para um hospital em Nova York.

Em fevereiro de 2017, o hospital pediu ao Tribunal Superior que anulasse a decisão dos pais, questionando a capacidade da terapia com nucleósidos para tratar a condição de Charlie.

Os tribunais britânicos apoiaram a posição e em julho de 2017 determinaram o desligamento dos aparelho, a ventilação mecânica foi retirada e a criança morreu no dia seguinte aos 11 meses e 24 dias.

O caso é lembrado aqui por estarmos em outubro (dito mês da criança). No momento da morte de Charlie, o jornal The Washington Post escreveu que o caso "tornou-se a encarnação de um debate apaixonado sobre seu direito de viver ou morrer, o direito de seus pais de escolher para seus filhos e se seus médicos tinham uma obrigação de continuar o tratamento.

Fica a reflexão para nossos leitores.
Bom mês de outubro para todos.

NOVO JUIZ NO TRE - MA.

O juiz titular da 3ª Vara Criminal de São Luís, José Gonçalo de Sousa Filho, foi eleito para compor a Corte do Tribunal Regional Eleito...