31 agosto 2021

SEM CORRUPÇÃO NO GOVERNO BOLSONARO. A MANSÃO DO 04.


Eu concordo com aqueles que dizem não existir qualquer prova de corrupção no governo Bolsonaro, mas a cada dia surge mais notícias das peripécias financeiras de seus filhos. 

Jair Renan Bolsonaro, o filho '04' de Jair Bolsonaro, e sua mãe, a advogada Ana Cristina Siqueira Valle, segunda mulher do presidente, são desde junho deste ano os mais novos moradores de uma casa no Lago Sul de Brasília. 

A família do presidente alugou a casa de um homem que comprou o imóvel por R$ 2,9 milhões (cerca de R$ 300 mil abaixo do valor avaliado da residência), em 31 de maio, dias antes da mudança de Jair Renan e Ana Cristina. 

O corretor, dono da casa, vive em uma outra, uma edificação modesta a 30 quilômetros do local e disse que comprou a casa para morar, mas resolveu alugar sem saber pra quem.

A ex de Bolsonaro, mãe do 04, ganha 6 mil por mês e está pagando um aluguel de 15 mil.

Bem, não tem nenhuma prova de corrupção, mas fica difícil acreditar nessa historinha né ❓

A menos que você acredite em mito, aí tudo bem. 

Sabe de nada inocente. 🤫😉

30 agosto 2021

ESSE É O CAMINHO PARA O GOLPE.

A reação do Judiciário terminou com o presidente Jair Bolsonaro 'emparedado' com um inquérito aberto pelo TSE e a possibilidade de ter o nome incluído nas investigações que tratam da disseminação de fake news. 

Essa “resposta de Fux” agindo como um menino vingativo que joga pedra no colega mais forte, não contém o presidente, haja vista que não tem como tirar Bolsonaro da disputa eleitoral, sem legitimar um golpe contra a democracia.

Que Bolsonaro está atacando a República desde que tomou posse isso já é notório. 

Desde a sua eleição em 2018, ou mesmo até antes da abertura das urnas, Jair Messias Bolsonaro já planeja assumir o poder autoritário no Brasil e isso somente será possível com a destruição total das instituições democráticas, a saber: 

  1. a cumplicidade do congresso, com a eleição dos presidentes da câmara e do senado e a compra dos deputados do centrão;
  2. a cooptação do Ministério Publico, com a recondução de Aras a PGR; e a 
  3. desconstrução do judiciário, com a bandeira do voto impresso e impeachment dos ministros Barroso e Moraes.

Pronto, está aí a fórmula para a ruptura com a ordem constitucional. No popular, esse é o caminho para o golpe.

28 agosto 2021

A QUE SAIU É ACUSADA DE MATAR O MARIDO, O QUE ENTROU DEFENDE USO DE ARMA.

Quem é Jones Moura, defensor do armamento da Guarda Municipal que substitui Flordelis na Câmara?

Ex-vereador deixa o Parlamento Municipal antes mesmo de votar seu principal projeto, que não teve apoio suficiente para ser aprovado na Casa ao longo dos anos.



Por Gabriel Barreira, do G1.

A deputada Flordelis foi cassada por quebra de decoro por fortes evidências de haver mandado matar o marido. Com a cassação foi convocado pela Câmara dos Deputados o suplente Jones Moura (PSD-RJ) que assume definitivamente a cadeira. 

Em quase cinco anos na Câmara dos Vereadores do Rio, Jones Moura fez uma defesa intransigente do armamento da Guarda Municipal.  Jones teve seu primeiro contato com a política carioca como um dos líderes da Frente Manifestante, associação de guardas municipais paralela ao sindicato da categoria, em 2012.  Foi quando ele começou a participar de reuniões com parlamentares na Câmara dos Vereadores e entrou de cabeça na política. Em 2016, foi eleito com 12,7 mil votos pelo PSD, grande parte deles vindo da corporação. 

Fontes da Câmara ouvidas pelo G1 o definem como um vereador obstinado e até"monotemático" por ser "incansável pelo armamento da guarda".  É dele o projeto que tramita desde 2018 para mudar a Lei Orgânica do Município e permitir que guardas portem armamento letal nas ruas. 

Opinião do blog.
Como se pode ver, o Rio de Janeiro continua nos dando provas de que sua sociedade está perdida no universo violento. 
- O Rio deu ao Brasil um presidente que se elegeu usando a arma como símbolo, elegeu um governador que queria acertar na “cabecinha” dos bandidos,
-  apresentou ao país uma deputada evangélica que manda matar o marido, 
- e agora, trás ao parlamento federal um vereador que defende arma letal para guardas municipais cuidarem do trânsito e das pracinhas das crianças.




27 agosto 2021

PERGUNTAS E RESPOSTAS. DÚVIDAS SOBRE VACINAS 2

 

QUEM ESTÁ ATUALMENTE COM COVID-19 DEVE ESPERAR QUANTO TEMPO PARA SE VACINAR?

Em casos leves, o recomendável é esperar trinta dias após o diagnóstico da doença. Já para aqueles que estão internados e precisam de oxigênio, Raquel sugere aguardar de dois a três meses para receber a vacina.


VACINAS PODEM CAUSAR COVID-19?

Não é possível contrair a doença após receber a vacina porque nenhum imunizante usado no Brasil utiliza o vírus SARS-CoV-2 enfraquecido na composição, mas apenas um “pedaço” dele.


É POSSÍVEL TER ALERGIA À VACINA?

Sim, alergias podem ocorrer. Segundo Raquel, normalmente são quadros alérgicos leves, como vermelhidão e coceira no local da aplicação ou no corpo todo, e que não impedem receber a segunda dose. Para Moacyr, as reações alérgicas variam. Em casos mais sérios, como fraqueza muscular e miocardite (inflamação no músculo do coração), o aconselhável é procurar atendimento médico e notificar a Vigilância Sanitária, que entrará em contato para explicar o que deverá ser feito.

QUAIS OS EFEITOS COLATERAIS MAIS COMUNS E POR QUE ACONTECEM?

As reações acontecem dependendo da resposta do organismo e do sistema imunológico, que identifica a substância como um agente estranho. Elas começam de oito a doze horas depois da aplicação e não duram mais de 48 a 72 horas. Caso a duração dos sintomas se estenda, é necessária uma avaliação médica para confirmar se o paciente já estava contaminado pela Covid-19 no momento em que recebeu a aplicação. Os sintomas mais frequentes são dor, vermelhidão e sensação de calor no local da aplicação. Raquel aconselha fazer compressa fria ou com bolsa de gelo várias vezes ao dia no local para aliviar o desconforto. Febre, dores no corpo e na cabeça, náuseas e diarreia também podem ocorrer. O uso de analgésicos e antitérmicos não atrapalha a performance da vacina.


QUANTO TEMPO LEVA PARA FICAR PROTEGIDO APÓS A APLICAÇÃO DA VACINA CONTRA A COVID-19?

Para imunizantes com duas doses, a proteção máxima acontece depois de catorze dias da segunda dose. No caso da vacina de dose única da Janssen, leva-se 28 dias. “A vacina evita que se desenvolvam casos graves da doença, mas não garante que a pessoa não possa contrair o vírus. Enquanto não tivermos 80% da população acima de 18 anos imunizada e a redução no número de casos, internações e óbitos, devemos continuar usando máscara, higienizando as mãos com frequência e mantendo o distanciamento social”, afirma Raquel.

As respostas são dos infectologista Rachel Stucchi e Moacyr Silva Junio.

26 agosto 2021

BOLSONARO DESISTIU DE PEDIR O IMPEACHMENT DE BARROSO. SERÁ ? VOCÊ GARANTE ?

 O jornalista Lauro Jardim afirma que Bolsonaro fez um trato com os ministros palacianos.

Até segunda ordem, a ideia do pedido de impeachment de Barroso está arquivada.

Os aliados do presidente comemoravam, aliviados, mas todos estão cientes de que estão tratando com uma figura imprevisível e que descumpre quase que diariamente promessas de moderação. 

Então, estão todos confusos se o acordo foi “até segunda ordem” ou até segunda-feira.

25 agosto 2021

O “engavetador” continua na PGR.


O PGR Augusto Aras, apesar de muito criticado na população, conhecido como “engavetador geral da república” acabou sendo aprovado com facilidade para mais dois anos à frente da Procuradoria da República.

  “Quero ser lembrado como um procurador que restabeleceu a função constitucional, que cumpriu a Constituição e as leis; aquele que não criminalizou a política, mas que foi forte para tomar medidas amargas quando necessário. Não quero ser aquele que vai obstar o político, a economia, as religiões”, declarou Aras.

Depois do Senado aprovar a recondução de Augusto Aras ao cargo de procurador-geral da República, senadores pressionam o presidente da CCJ, Davi Alcolumbre, a pautar a sabatina de André Mendonça. 

O ex-AGU é indicado pelo presidente Bolsonaro para uma cadeira no STF, mas é desafeto pessoal de Alcolumbre. 

A bancada evangélica critica a demora alegando que o STF está desfalcado é Mendonça é o “terrivelmente evangélico” prometido aos bolsonaristas. 

Interessante como essa questão de fé fala alto no congresso a ponto da senadora Elisiane Gama (Cidadania - MA), que é ferrenha adversária do presidente da república, peça em favor do protegido de Bolsonaro.

BOLSANARO ESTÁ CERTO EM CRITICAR PERUADA.

“Vocês têm que parar de achar que podem tudo, parar de dá PERUADA no governo”. Essa foi a fala de Bolsonaro contra o STF.

Apesar de todas as críticas feitas ao comportamento adolescente e mal educado do presidente da República tenho que concordar com a fala.  

O judiciário precisa parar de querer legislar na ausência de lei ou até mesmo interferir nas decisões do Executivo que não tenha ofensa a constituição. 

substantivo feminino
  1. 1.
    ação de peruar; palpite.
    • 2.
      corte, galanteio, namoro.

    Muitos foram essas peruadas ao longo do tempo. Vamos rever algumas e dar umas peruadas nas decisões também. 

    • No dia 30 de abril, Bolsonaro afirmou em frente ao Palácio do Alvorada que um ato do ministro do STF Alexandre de Moraes quase provocou uma crise institucional entre os poderes. O presidente estava certo e se referia à decisão que barrou a nomeação de Alexandre Ramagem para a diretoria-geral da Polícia Federal (PF). O ministro entendeu, a partir de uma reclamação do PDT, que houve desvio de finalidade do ato, “em inobservância aos princípios constitucionais da impessoalidade, da moralidade e do interesse público”, por Ramagem supostamente ser íntimo da família Bolsonaro.

     Peruada do blog:
    Não foi uma perseguição à Bolsonaro. O Supremo já havia agido assim quando proibiu a presente Dilma de dá posse a Lula como Ministro. 

    Não é papel da Corte Suprema dar opinião sobre a conveniência da escolha de assessores diretos do presidente de outro poder. 


    Vejam as Medidas provisórias do governo que foram derrubadas pelo STF:  

    • Compartilhamento de dados de telefonia com IBGE
    Ainda em 2020,  por 10 votos a um, os ministros suspenderam a MP que prevê o compartilhamento de dados de usuários de telecomunicações com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a produção de estatística oficial durante a pandemia do novo coronavírus. 

    Peruada do blog:

    O Supremo estava certo quando entendeu que a medida viola o direito constitucional à intimidade, à vida privada e ao sigilo de dados. O poder executivo não pode abusar de seu poder para entrar na intimidade dos cidadãos sob a desculpa esfarrada de fazer pesquisa.


    • Contaminação por Covid-19 é doença ocupacional.

    No dia 29 de abril, o plenário do STF errou quando suspendeu a eficácia de dois dispositivos da medida provisória que autoriza empregadores a adotarem medidas excepcionais em razão do estado de calamidade pública decorrente da pandemia do novo coronavírus.


    Peruada do blog:

    Não cabe ao Supremo, por decisão liminar, interferir em questão trabalhista que não posso por nenhuma instância da justiça.   O artigo 29 da MP não considerava doença ocupacional os casos de contaminação de trabalhadores pelo coronavírus, e o artigo 31, que ​limitava a atuação de auditores fiscais do trabalho à atividade de orientação eram dispositivos de regulação trabalhista e temos um TST (Tribunal Superior do Trabalho ) que foi simplesmente desconhecido pela vaidade do STF.

    • Alterações na Leis de Acesso à Informação

    O STF derrubou a medida provisória que fazia alterações na Lei de Acesso à Informação (LAI). A MP limitava o acesso às informações prestadas por órgãos públicos durante a emergência de saúde pública decretada em razão da pandemia do novo coronavírus.

    Para o relator, ministro Alexandre de Moraes, a MP instituiu restrições genéricas e abusivas, sem qualquer razoabilidade, em ofensa a princípios constitucionais que consagram a publicidade e a transparência nos órgãos públicos.


    Outras derrotas do governo no Supremo:

    • Estados é e municípios podem adotar regras de isolamento

    O STF decidiu que estados e municípios podem adotar medidas de restrição à locomoção intermunicipal e local para enfrentar a pandemia do novo coronavírus, sem a necessidade de autorização do Ministério da Saúde para a decretação de isolamento, quarentena e outras providências.


    Peruada do blog:

    Bolsonaro tem reclamado publicamente da impossibilidade de passar por cima de decisões e prefeitos e governadores para decretar o fim do isolamento social. Não pode mesmo, o Supremo está certo em respeitar a autonomia dos municípios e estados, sem tirar a autonomia da União. O presidente defende a volta à normalidade para não prejudicar a economia. O isolamento social, porém, é uma recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para deter o avanço da doença. Tem que aprender a conviver com os poderes e com os entes federados.

    Resumindo. O STF tanto faz que acaba extrapolando suas funções constitucionais e, sendo boa ou ruim a decisão, está errado interferir nos outros poderes.

    24 agosto 2021

    LULA É O REI DO NORDESTE.


    Não tem jeito, por mais que se fale que o remédio para combater Bolsonaro não é Lula, o povo não quer saber. 

    Em viagem pelo nordeste Lula foi recebido como Rei pelo grupo do governador Flávio Dino no Maranhão. Em Pernambuco tem todo o apoio da família Arrais (dos dois lados da família) e dos petistas de sempre, liderados por Humberto Costa. No Piauí estava em casa, já que o governador Wellington Dias é do PT.

    A grande supresa é a tentativa de aproximação de Ciro Gomes no Ceará, tudo com as bençãos do governador Camilo Santana, mas vai ser difícil convencer o pedetista a deixar a cabeça da disputa. Só vendo para crer.

    23 agosto 2021

    PERGUNTAS E RESPOSTAS. DÚVIDAS SOBRE VACINAS.

     


    O QUE ACONTECE SE O INTERVALO ENTRE AS DOSES DE VACINA FOR MAIOR QUE O INDICADO?

    Os resultados dos estudos clínicos das vacinas determinaram os períodos de aplicação e ainda não se sabe se há diminuição na eficácia do imunizante se houver atraso entre as doses. A recomendação, segundo Raquel, é que a pessoa tome a segunda dose assim que possível.

    HÁ ALGUMA RESTRIÇÃO ALIMENTAR E DE ESFORÇO FÍSICO ANTES OU DEPOIS DE RECEBER A VACINA?

    Não há restrições alimentares. Diferentemente dos antibióticos, o consumo de bebidas alcoólicas não compromete a ação do imunizante. Também não há problema em praticar exercícios físicos. “O único empecilho é a região do braço, que fica dolorida e a pessoa pode não conseguir fazer esforço”.

    As respostas são dos infectologista Rachel Stucchi e Moacyr Silva Junior

    Publicado em VEJA São Paulo de 14 de julho de 2021, edição nº 2746

    APROVADA A PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS. Com comentário.

     Nosso leitor comenta:

    O Estado já enxugou o que podia dia Correios, agora só pensa em vender. 

    Resumindo tudo que vem e virá a acontecer, quer vender porque não dá lucro, mas não fala do lucro que está recebendo; quer vender por que quer tirar a isenção de impostos, mas não fala que vai dar 5 anos de isenção (5 anos após a venda vai ficar mais caro); quer vender para que a Empresa pública venha ser melhorada mas não fala dos diversos postos que correm risco de fechar após os 5 anos da venda; quer vender para dar concorrência para empresa privada (mentira, se vender as concorrentes continuarão ma mesma). 

    Estima-se 40 mil desempregados após a privatização, pessoas foram obrigadas pela ECT a abadonar qualquer emprego que exercia nas horas vagas (foram obrigado a abandonar qualquer forma de receita que não viesse do emprego e agora irá ficar a ver navio).

    E para onde vai o dinheiro da venda?


    Câmara aprova projeto que permite a privatização dos Correios

    A proposta autoriza a exploração pela iniciativa privada de todos os serviços postais.

    Najara Araujo/Câmara dos Deputados
    Discussão e votação de propostas. Presidente da Câmara, dep. Arthur Lira PP - AL
    Sessão do Plenário da Câmara dos Deputados

    Estou dentre aqueles que acredita que o tamanho do Estado é um problema para o país. A Câmara dos Deputados ajudou na diminuição desse tamanho quando aprovou o Projeto de Lei 591/21, do Poder Executivo, que autoriza a exploração pela iniciativa privada de todos os serviços postais, ou seja, a venda dos Correios.

    A proposta estabelece condições para a desestatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e remete a regulação do setor à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

    Mas esse assunto não é pacífico na sociedade brasileira.

    Segundo o substitutivo aprovado, do deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA), o monopólio para carta e cartão postal, telegrama e correspondência agrupada continuará com a ECT por mais cinco anos, podendo o contrato de concessão estipular prazo superior. 

    Emenda do deputado Bira do Pindaré (PSB-MA) pretendia impor, como condição para a desestatização dos Correios, a proibição do fechamento de agências em municípios ou distritos com mais de 500 habitantes, com garantia da prestação do serviço postal universal;

    A matéria será enviada ao Senado e a discussão continua por lá. 

    Nosso blog vai trazer os pontos mais polêmicos desse projeto na semana que vem.

    Reportagem – Eduardo Piovesan

    Edição – Pierre Triboli

    Fonte: Agência Câmara de Notícias


    22 agosto 2021

    VOCÊ NÃO CONHECE OLÍVIA RODRIGO, MAS SEU FILHO (A) CONHECE.

     A pandemia ainda não passou e a juventude está dando exemplo a muito marmanjo que diz saber das coisas. 

    Veja o exemplo que a nova pop star dá aos seus fãs.



    20 agosto 2021

    CONSELHO DE PAPA NÃO SE IGNORA.


    Católicos, evangélicos e até ateus concordam que o papa é um dos homens mais ocupados do planeta. 

    Após pegar o mundo de surpresa com sua internação em um hospital de Roma, capital da Itália, o papa Francisco (84) está completamente recuperado da cirurgia para retirada de parte do cólon, no intestino grosso. 


    De volta às suas atividades, o pontífice, que ficou internado durante 11 dias, celebrou a cerimônia do Angelus, na Praça São Pedro, no Vaticano. Durante a oração, ele pediu que os fiéis aprendam a desligar um pouco do mundo.

     “Vamos dar uma pausa na correria frenética ditada por nossos compromissos. Vamos aprender a dar um tempo, a desligar o celular”, disse Francisco.

    Portanto, meu amigo, seja qual for a fé que você professe, tire um tempo para você, para sua família e deixe que a vida segue seu curso, apesar do seu descanso. 

    18 agosto 2021

    QUEM APOIA O PRESIDENTE ?

     Os amigos de ontem já não são mais 
    tão fiéis assim.

    Convidado para ato militar com Bolsonaro em Formosa, Ronaldo Caiado (DEM) preferiu inaugurar, na mesma hora, o setor antirracismo da Polícia Civil de Goiás.

    17 agosto 2021

    CEDENDO À CIÊNCIA. FLÁVIO BOLSONARO TOMA VACINA.

    O senador Flávio Bolsonaro foi o primeiro integrante homem da família a tomar a vacina contra a Covid-19. Em um vídeo publicado no Twitter, o parlamentar aparece ao lado do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que aplicou o imunizante, e ironizou sobre a postura negacionista do presidente da República, Jair Bolsonaro, que se manifestou diversas vezes contra as vacinas.

    "Acabo de me vacinar contra a Covid. O Ministro Marcelo Queiroga me vacinou com a AstraZeneca/Fiocruz, produzida no Rio de Janeiro, eficaz e bem mais barata que a de outros fabricantes. Obrigado ao “negacionista” Jair Bolsonaro por garantir a vacina nos braços de todos os brasileiros!”, ironizou Flávio.

    CANABIS PARA COVID.

    Essa vai deixar Bolsonaro de cabelo em pé. Cloroquina não, mas maconha sim. Não sei se procede, mas veja o relato da advogada Débora Macedo.

     “Descobri que estava com Covid-19 em dezembro, perto do Natal. Tive sintomas leves, como tosse e cansaço, e fiz o tratamento em casa. Mas, depois de um mês, notei que a minha memória estava com uma espécie de delay, meu raciocínio, lento, e eu tinha dificuldade para lembrar palavras.” 

    O relato da advogada previdenciária Débora Macedo, de 48 anos, é compartilhado por milhões de pacientes que passaram pela fase aguda da doença e agora apresentam sequelas. 

    A chamada Covid longa afeta até mesmo pessoas que tiveram sintomas leves, como a advogada. Ainda não há tratamento específico, tampouco se sabe por quanto tempo as condições persistirão. Por isso, a ciência busca novas possibilidades de tratamento para a Covid e também suas heranças. Nesse caminho, surgiu uma possibilidade um tanto quanto inusitada: 

    Cannabis medicinal.




    16 agosto 2021

    PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE É QUESTÃO DE EDUCAÇÃO.


    A vida de Leonor (15) e Sofia (14), herdeiras dos reis Felipe VI (53) e Letizia (48), da Espanha não é só luxo e glamour, elas colocam a mão na terra. A dupla plantou árvores em ação organizada por uma reserva florestal, nos arredores da capital, Madri, para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente. “Elas estão assumindo suas obrigações com entusiasmo e senso de dever”, falou o rei.


    Taí uma boa dica para a família que se consideram imperial no  Brasil, ao invés de deixar “passar a boiada” e defender derrubada de árvores, poderiam ajudar a melhorar nosso Meio Ambiente.

    BOM LUGAR.

     TÁ NA CONTA: Prefeita Marlene Miranda, completa 7 meses de governo, pagando funcionalismo em dia...

    Compromisso feito na eleição de 2020, a prefeita Marlene Miranda tem como uma de suas prioridade de governo, o pagamento em dia, e assim esta acontecendo desde o primeiro mês de gestão.

    No governo Cuidando da Gente, todos os servidores, sendo efetivos, Contratados e comissionados de todas as secretarias, são pagos rigorosamente sempre no ultimo dia útil do mês.

    Hoje, a gestão da prefeita Marlene Miranda é referencia em todo o estado do Maranhão, por ser um governo de responsabilidade e compromisso com o povo, e que em apenas seis meses de trabalho, já conseguiu melhorar a infraestrutura, educação, saúde, mobilidade, entre outros setores, o governo Cuidando da Gente tem mais de 90% de aprovação da população Bom-lugarense.

    Do Alessandro de Castro

    15 agosto 2021

    CRIME CONTRA MULHER. NOVA LEI.

     


    A Lei 14.188, de 2021 também inclui no Código Penal o crime de violência psicológica contra uma mulher, a ser atribuído a quem causar dano emocional “que prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamento, crenças e decisões ”

    O crime pode ocorrer por meio de ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, chantagem, ridicularização, limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro método. A pena é de reclusão de seis meses a dois anos e multa.

    A norma inclui na Lei Maria da Penha (Lei 11.340, de 2006) o critério de existência de risco à integridade psicológica da mulher como um dos motivos para o juiz, o delegado, ou mesmo o policial (quando não houver delegado), afastar imediatamente o agressor do local de convivência com a ofendida. Atualmente isso só pode ser feito em caso de risco à integridade física da vítima.

    A lei certamente é uma evolução no combate à violência doméstica contra a mulher, mas confesso que não consigo, como jurista, verificar na lei o elemento objetivo definidor do crime, o que coloca em risco o ônus da prova.

    Como defender alguém que está sendo acusado de violência psicológica e que foi afastado de seu lar, dos seus filhos, tendo que viver na rua, em razão de uma denúncia infundada❓ A violência física pode facilmente ser provada pelo exame de corpo de delito, mas como fazer prova da violência psicológica para o afastamento imediato? Bastaria a palavra da mulher?

    Sem qualquer demérito ao objetivo justo e necessário da lei, reservo-me no direito de estudar melhor a aplicação dela no mundo real, antes de me manifestar favorável ou contra. 

    📍Esse tem sido um problema recorrente em nossa sociedade. As leis são feitas de forma assodada e ao calor dos eventos, sem qualquer maturação doutrinária ou debate acadêmico. O resultado são leis midiáticas, mas que, na prática, apenas esticam ainda mais as tensões sociais e agravam a violência.

    13 agosto 2021

    PÚBLICO NOS ESTÁDIOS. JÁ É TEMPO ❓

    CBF divulga protocolo para retorno de público aos estádios.

    A ideia é realizar um projeto-piloto nas quartas de final da Copa do Brasil.

    Lucas Janone, da CNN.

    A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviará, nesta sexta-feira (13), o protocolo definitivo às federações estaduais para pedir o retorno de público aos estádios no país. A ideia é realizar um projeto-piloto nos jogos das quartas de final da Copa do Brasil, previstos para acontecer em 25 e 26 de agosto.

    A taxa de público nos estádios deve variar entre 10 e 30%, de acordo com o protocolo da entidade. Outro plano é espalhar os torcedores por setores para ter o distanciamento social. Os times que jogam essa fase do campeonato são: Athletico-PR, Santos, Grêmio, Fluminense, Flamengo, São Paulo, Fortaleza e Atlético-MG.


    A volta do público nos estádios tem a mesma lógica da retomada de qualquer atividade econômica de lazer (bares, cinemas, música ao vivo, etc), mas é inegável que a responsabilidade dos administradores é muito maior, pois o futebol é uma paixão nacional e movimenta massas populares aos milhares. 

    Segundo a reportagem da CNN, a volta do público só será autorizada caso todas as prefeituras liberem a entrada de torcida nos estádios para não haver um desequilíbrio de presença de público nos diferentes jogos. 

    O presidente da Comissão Nacional de Médicos de Futebol (CNMF) e membro do comitê que discute o retorno de público aos jogos, Jorge Pagura, destacou à CNN que a entrada nos estádios brasileiros vai ser exclusiva a pessoas com o ciclo vacinal completo contra a Covid-19 ou mediante a apresentação de testes RT-PCR.

    No entanto, ele explicou que a retomada só será possível com a autorização dos órgãos públicos. 

    “Para que os jogos possam ocorrer, dependerá da anuência das autoridades sanitárias locais, sem essa autorização fica inviável. E temos que lembrar que as pessoas precisam estar totalmente vacinadas ou realizar um teste 24 horas antes para assistir ao jogo”, disse.

    A questão é polêmica porque trata de uma questão de vida, mas eu acredito que, com os cuidados necessários, é possível retomar qualquer atividade. Eu concordo em aprovar, pelo direito de quem quer ir ao estádio, mas eu não vou nem tão cedo e nem tiro a minha máscara.

    Com o protocolo definitivo, a tendência agora é que dirigentes da CBF marquem uma reunião com as federações estaduais de futebol para tentar viabilizar o retorno das torcidas. Depois disso, elas ficarão responsáveis por fazer a interface com as prefeituras.

    * As partes em vermelho são comentário de responsabilidade do blog.❓ 


    09 agosto 2021

    VOTO IMPRESSO É A NOVA CLOROQUINA DO PRESIDENTE.

     A comissão especial que avaliava a PEC do voto impresso (135/19) rejeitou a proposta por 23 votos a 11, impondo derrota ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), principal fiador do dispositivo.


    São conhecidos os ataques à urna e ao sistema eleitoral, onde o presidente da república repete vídeos da internet e denúncias fajutas, levantando suspeitas sobre as eleições e apontando, sem provas, a vulnerabilidade do processo eleitoral.



    Apesar da derrota, a nova cloroquina do presidente (como é chamada a luta do voto impresso) ainda pode ter uma sobrevida.  O deputado Filipe Barros (PSL-PR), relator da proposta de emenda à Constituição (PEC) do voto impresso, disse que o texto pode ser votado no plenário da Câmara mesmo tendo sido rejeitado na comissão especial.


    “Temos a convicção de que a partir do momento que for ao plenário da Câmara, em que há a votação nominal dos 513 deputados, que há possibilidade dessa PEC ser aprovada”, completou o deputado.


    O pior disso tudo é que o presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, apenas para agradar Bolsonaro, publicamente, sinalizou que essa possibilidade existe. Não há nada de errado em buscar mais segurança para o resultado das eleições é mais transparência no sistema das urnas eletrônicas, mas não é assim às vésperas de uma eleição que se faz mudanças no sistema eleitoral e nem é voltando a contagem manual que se vai evoluir. 


    Até o dinheiro hoje já é digital e o voto impresso somente serve para dar bandeira de luta a Bolsonaro, que não consegue aprovação popular no combate à pandemia, na educação, na cultura, na economia, é por aí vai.