28 setembro 2020

O governo tem um projeto de destruição ambiental.

Nabhan Garcia
Secretário de Assuntos Fundiários 

O governo tem um projeto de destruição ambiental. 


O presidente se associou a todo tipo de criminoso ambiental, como os garimpeiros, por exemplo. Ele acredita que a questão é ideológica e que meio ambiente é bandeira da esquerda. A questão das terras indígenas, a sabotagem da regularização, tudo era compromisso que ele tinha com grupos de grileiros e garimpeiros ilegais, desde a época de campanha. 


Agora a gente vê 10 milhões de hectares sendo grilados oficialmente com a inoperância do governo. São terras indígenas e reservas extrativistas. São áreas de proteção sendo ocupadas em todo o País. 



No seu compromisso com a destruição, Bolsonaro nomeou o ex-presidente da UDR Nabhan Garcia, para a Secretaria de Assuntos Fundiários. Esse cara está sempre ao lado do presidente quando ele vai fazer alguma maldade. É o responsável pelo Cadastro Ambiental Rural (CAR) e pelos Planos de Recuperação Ambiental (PRA). Ele vem sabotando a regularização, prevista no Código Florestal aprovado pelos ruralistas. O Nabhan quer acabar com as terras públicas.


O Ministério perdeu o Serviço Florestal Brasileiro (SFB), desmontou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovárias (Ibama), o ICMBio, desmontou a si próprio e não diz mais a que veio. Perdeu o acordo do Fundo Amazônia e acabou com o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que é talvez o maior problema que ele arrumou até hoje. Ao acabar com o Conselho, ele desestruturou o sistema. 

Não tem mais o que fechar, nada mais funciona. 

25 setembro 2020

FALTA EDUCAÇÃO E RESPEITO.

 
Não é de hoje que o futebol mostra maus exemplos sociais. Que digam os jogadores do Corinthians que  passaram por apuros ao serem recepcionados por um grupo de torcedores no Aeroporto de Guarulhos. 

O episódio foi gerado em razão da expulsão do jogador fagner, depois de ter colocado o braço na bola e causado um pênalti contra o seu time.



Infelizmente,  as ameaças não aconteceram apenas pessoalmente, mas também nas redes sociais e atingem até familiares próximos dos atletas. 

Dessa vez foi pior.  A vítima foi Henrique, filho de Fagner, que foi ameaçado após a derrota do Timão para o Palmeiras no Dérbi, quando seu pai foi expulso.


A Lei 8.069/90 é o Estatuto da Criança e do Adolescente e em seu artigo 70 diz:

Art. 70. É dever de todos prevenir a ocorrência de ameaça ou violação dos direitos da criança e do adolescente.

É dever de todos coibir o uso de castigo físico ou de tratamento cruel ou degradante, portanto, ameaças um menor nas redes sociais é sim tratamento cruel e deve ser punido.

 

Cabe a todos nós comunicar ao Conselho Tutelar suspeitas ou casos de maus-tratos praticados contra crianças e adolescentes. (Incluído pela Lei nº 13.046, de 2014)

 





23 setembro 2020

VOCÊ FOI VÍTIMA DAS MILÍCIAS DIGITAIS.



O ministro Alexandre de Moraes, do STF, diz ter provas concretas para a punição dos integrantes das milícias digitais que utilizam as redes sociais para cometer uma série de crimes, que vão do enriquecimento ilícito e lavagem de dinheiro ao ataque à reputação de seus inimigos políticos.

 

Ele está convencido de que esses grupos têm por objetivo “abalar as instituições e a estrutura democrática”, 

 

É evidente que o Supremo tem exagerado no julgamento de questões que extrapolam os limites da interpretação Constitucional, mas concordo com o Ministro quando dos que “se o Supremo não tivesse agido com firmeza, por volta do final de maio e início de junho, nós poderíamos ter tido resultados muito ruins para a estabilidade democrática”. 

 

O STF fez a parte dele revelando “verdadeiras organizações criminosas”  nas milícias digitais que criaram uma rede de notícias falsas. Essas FAKE news lhe enganaram a ponto de criar um mito na presidência. Cabe agora a você buscar a informação correta para aprender um pouco mais de política, antes de votar.

 

 

21 setembro 2020

CEGO É QUEM NÃO QUER VER.

“A polarização que domina o Brasil nos levou a um efeito colateral de consequências nefastas: a morte do senso crítico. Desapareceu entre nós a vocação para diferenciar fatos de versões, realidade de fantasia”. 

Pego emprestado o pensamento do articulista Felipe Machado para avaliar a realidade de Bacabal. Nossa cidade está repleta de obras abandonadas, com uma rede de esgoto que custou milhões e nunca funcionou e tudo que se consegue enxergar é se passou ou não asfalto na minha rua.

 

Não se questiona porque as escolas estão fechadas, mesmo tendo sido gasto milhões em reformas.

 

Não se questiona quanto custa reformar um hospital e pagar o aluguel de dois outros particulares. 

 

Já nos acostumamos com a merda correndo em nossas portas. Sim, nossos esgotos não são de lama não, mas isso não importa.

 

O que verdadeiramente importa é garantir o salário miserável é pago aos cabos eleitorais desfaçados de funcionários públicos contratados. Só importa o “nós contra eles”.

 

Esse cenário se repete na política nacional, que se apequenou aos níveis paroquianos e transformou a política em território de boçais, a ponto de me fazer repetir uma frase que tanto critiquei no passado: eu não gosto de política. Pelo menos não dessa política.

 

 

18 setembro 2020

JOÃO ALBERTO VEREADOR.

 João Alberto de Sousa, ex senador, ex governador e ex prefeito oficializa sua campanha a vereador de Bacabal. É inegável o sucesso da carreira política de João Alberto, mas todos estranham porque escolheu disputar uma vaga de vereador na Câmara de Bacabal. 

A Principal suspeita é de que o carcará tenha a intenção de ser Presidente da Câmara e, com uma eventual cassação do prefeito eleito, se tornar prefeito por via oblíqua. 

Essa foi a estratégia que levou o atual prefeito ao poder, mas cabe aqui um ditado popular: o raio não cai duas vezes no mesmo lugar. 

A Principal dificuldade no plano do ex senador é a eleição de vereador. Muitos são os seus correligionários que afirmam não abrir mão de seus próprios votos em favor de João. Hoje os principais adversários são, a vereadora DUDA, os vereadores SERAFIM REIS, MELQUIADES e até o sempre fiel PROFESSOR JERRY. Todos sempre pediram votos para João Alberto, mas agora só pensam em se eleger. A velha raposa que procure seus próprios eleitores. Começou a temporada de caça.

Fotos do Blog do Sérgio Matias.

16 setembro 2020

O NEGÓCIO DA FÉ

É muito cinismo do Congresso Nacional aprovar o perdão de dívidas tributárias e multas das igrejas. 

A proposta aprovada pelo Congresso no mês passado previa aos templos religiosos, de qualquer culto, isenção do pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL); anistia das multas recebidas por não pagar a CSLL; e anulação das multas por não pagamento da contribuição previdenciária.

Apenas o dispositivo que trata das multas previdenciárias foi mantido. De acordo com a Presidência, outros dois trechos feriam regras orçamentárias constitucionais e poderiam implicar em crime de responsabilidade do presidente da República.

Maior cinismo ainda é o presidente vetar a lei e pedir para que o congresso derrube seu próprio veto.

Sugestão de veto

Em publicação nas redes sociais, o presidente Bolsonaro sugeriu, entretanto, que os parlamentares derrubem os vetos, para que as dívidas de igrejas sejam perdoadas, e explicou que só não manteve o dispositivo para evitar “um quase certo processo de impeachment”.

“Confesso, caso fosse Deputado ou Senador, por ocasião da análise do veto que deve ocorrer até outubro, votaria pela derrubada do mesmo. O Art 53 da CF/88 [Constituição Federal] diz que ‘os Deputados e Senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos’. Não existe na CF/88 essa inviolabilidade p/ o Presidente da República no caso de ‘sanções e vetos’”, escreveu.

Claro que Bolsonaro depende muito do apoio da bancada evangélica, mas não pode pedir para o congresso validar o que ele mesmo considerou ilegal. É triste pensar que o povo prefere defender cegamente do que pensar.

15 setembro 2020

BABACAL GASTOU MAIS DE MEIO MILHÃO EM MÁSCARA E ESTÁ ENTRE AS DEZ CIDADES COM MAIOR NÚMERO DE CORONAVÍRUS.

O município de Bacabal já tem 3.952 casos de Covid 19 confirmados e está entre as dez cidades com maior número de infectados do Maranhão.

VEJA A MATÉRIA COMPLETA NO LINK 

O mais grave é a quantidade de casos não notificados, uma vez que, não havendo testes disponíveis e não havendo confiança no tratamento da rede pública, as pessoas tem evitado ir aos postos de saúde e hospital.

Difícil é acreditar que a prefeitura tenha gastado mais de meio milhão apenas em máscaras. É vergonhoso, mas ainda há quem defenda.





05 setembro 2020

QUEM PAGA A CONTA DO VÍRUS ❓

Não estou dizendo que não foi importante pagar, mas depois de torrar bilhões de reais com o auxílio emergencial o governo já está se preparando para mandar a conta.

É a criação do imposto sobre transações eletrônicas, proposto pelo Ministério da Economia. 


Tudo não passa de uma jogada eleitoreira que joga fora o projeto liberal de Paulo Guedes. O governo pretende criar o tributo como forma de compensar a desoneração da folha de pagamentos e custear o Renda Brasil, programa social do governo Jair Bolsonaro que vai substituir o Bolsa Família. É o famoso “dar com uma mão e tira com a outra”.


Apesar de haver enviado para o congresso, o governo pretende congelar a proposta de reforma tributária para não desgastar a imagem do presidente, que está em alta com a nova política do “chapéu de couro”. A história recente do país mostra que a discussão de reformas tributárias no Congresso é um processo longo até que se alcance consenso. 


Depois de quase dois anos de governo, Bolsonaro amarga diversas derrotas: perdeu o discurso de combate à corrupção quando Sérgio Moro pediu demissão; está amargando a pior avaliação mundial de combate ao coronavirus, com mais de 120 mil mortos; e por fim,  A equipe econômica de Guedes pediu demissão em massa e lhe deixou sozinho e sem projeto.


É o Brasil do Mito, e você ainda defende e bate palma. 

ALIMENTOS GRAVÍDICOS.

  Você sabe o que são   Alimentos Gravídicos ? A Lei 11.804/2008 dá à mulher não casada e que também não vive em união estável e não tenha c...