19 maio 2017

QUAL FOI O CRIME DO TEMER ?




O jornal O Globo revelou ontem, e toda a mídia repercutiu, a existência de um  áudio da conversa entre Joesley Batista (JBS) e o  Presidente da República Michel Temer.

Bem, isso todo mundo sabe, todo mundo viu, mas esse áudio ele só foi liberado para a imprensa hoje, depois que o ministro Edson Fachin, do STF, suspendeu o sigilo da delação da JBS e então se descobre que o áudio que sacudiu o país não é tão conclusivo quanto sugeriam os primeiros relatos sobre ela – ao menos na parte que faz referência a Eduardo Cunha.
Na parte da conversa em que Joesley e Temer falam sobre Cunha, ambos usam termos vagos.
“Eu estou de bem com o Eduardo”, diz Joesley. “Tem que manter isso, viu”, responde Temer.
Não se fala sobre pagar Eduardo Cunha para ficar calado. Isso pode ter sido mais uma das deduções “fantásticas” da “turma do Janot”.
Bem, como até eu me peguei bradando que era “obstrução à justiça”, vou então recorrer a um ditado da época da minha vó: “prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém”.

ATUALIZADO ás 12:05 horas

JÁ TEMOS O AUDIO.

OUÇA O AUDIO


TRECHOS DO ÁUDIO:


O PRESIDENTE RECONHECE O CRIME DE OBSTRUÇÃO À JUSTIÇA E CONCORDA.
Joesley: Eu, dentro do possível, o máximo que deu ali, zerei tudo. O que tinha de alguma pendência daqui para ali. Zerou. Ele foi firme, foi em cima, já estava lá, veio, cobrou, tal. Pronto. Acelerei o passo e tirei da frente. O outro menino, o companheiro dele que está aqui [inaudível]. Geddel sempre estava [inaudível]. Geddel é que sempre andava ali. Mas o Geddel com esse negócio eu perdi o contato porque ele virou investigado, agora eu não posso encontrar ele.

Temer: É complicado. [inaudível] obstrução de Justiça.


...

O PRESIDENTE SUGERE QUE A CONDUTA É CORRETA.

Joesley: [inaudível]. Como é que eu... Que que eu mais ou menos dei conta de fazer até agora. Eu tô de bem com o Eduardo...

Temer: Tem que manter isso, viu?

Joesley: [inaudível] Todo mês também. Estou segurando as pontas por aí. [inaudível] os processos. Estou meio enrolado aqui, no processo assim...
Temer: [inaudível]

Em outro trecho da conversa, Joesley Batista diz a Temer que está "segurando dois juízes" que estão com casos em que o empresário é processado.

O PRESIDENTE OUVE OUTRO CRIME E CONSENTE NA CONDUTA CRIMINOSA.

Joesley: Aqui eu dei conta do juiz de um lado. Do outro lado um juiz substituto que é o cara [inaudível] Eu consegui (...) dentro da força-tarefa que está também está me dando informação. E eu lá, que estou para dar conta de trocar o procurador que está atrás de mim. Se eu der conta, tem o lado bom e o ruim. O lado bom é que dá uma esfriada até o outro chegar e tal. O lado ruim é que se vem um cara com [inaudível]. O que está me ajudando está bom, beleza. Agora tem um que está me investigando. Eu consegui colar um no grupo. Agora estou tentando trocar...

Temer: O que está...

Joesley: Isso. Então está meio assim. Eles estão de férias. Essa semana eu fiquei preocupado porque saiu um burburinho de que ia trocar ele, não sei o que. Fiquei com medo... Muito bem. Eu tô só contando essa história para dizer assim. Eu tô me defendendo. Me segurando e tal. Os dois lá mantendo, tudo bem.

O PRESIDENTE INDICA UM PARCEIRO NO CRIME DE TRÁFICO DE INFLUÊNCIA.

Joesley: Enfim, mas vamos lá. Eu queria falar sobre isso, falar como é que é (...) vim falar contigo, qual a melhor maneira. Porque eu vinha falando através do Geddel. Eu não lhe incomodar, evidentemente, se não for algo assim...
Temer: [inaudível]
Joesley: Eu sei disso, por isso é que...
Temer: [inaudível]
Joesley: É o Rodrigo? Ah, então ótimo.
Temer: [inaudível] pode passar por meio dele. É da minha mais estrita confiança.


Um comentário:

Rogério Alves disse...

O AUDIO ORIGINAL JÁ ESTÁ LÁ NA MINHA PÁGINA DO FACEBOOK PARA QUEM QUISER CONFERIR.

CONCILIAÇÃO ITINERANTE EM BOM LUGAR.

 O  Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), por meio do projeto Conciliação está oeferencendo um serviço itinerante para  a população de Alt...