07 julho 2022

BOLSONARO ADMITE QUE ELEIÇÃO ESTÁ PERDIDA.

Em mais uma reunião do governo convocada pelo provocador maior da república, o presidente Jair Bolsonaro (PL) reforçou os ataques ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) re ainda foi apoiado por seus ministros.

O chefe do Executivo disse que não pode participar de uma disputa com ela já perdida, cobrando para que as eleições sejam, nas suas palavras, "limpas".

Vejam bem: 

1. A eleição será com voto eletrônico e o sistema de votação será auditável na forma prevista na lei atual e NÃO PODE MAIS MUDAR para as eleições de 2022. Então, Bolsonaro terá que ser candidato com essas regras ou desistir.

2. Se for candidato, com as regras atuais, terá que aceitar o ganhar ou perder, pois não poderá reclamar depois do resultado, senão, será tratado como criminoso golpista e será preso.

3.  Se não for candidato (já que acha que vai perder as eleições) terá que governar o país até 31 de dezembro de 2022, sem atacar a democracia, por que senão, poderá sofrer um impeachment.

De qualquer modo, candidato ou não, Bolsonaro já está ficando conhecido como aquele menino chorão que só joga se puder ganhar. Quando perde grita: mamãaaae. No caso, grita: Forças armaaadas

Nenhum comentário:

MAIS SOBRE ARMAS E CACs.

 Li nas redes sociais e resolvi reproduzir. São boas perguntas e merecem uma reflexão. Eu não consigo entender tanta gente "colecionand...