Este blog tem por objetivo apresentar fatos sob a ótica de seu idealizador, permitindo a todos um espaço para livre manifestação de pensamento.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Melhor o palhaço seu doutor.


Um dos deputados mais assíduos da Câmara, Tiririca dá uma lição de seriedade na política. O palhaço vê a maioria dos parlamentares trabalhando para atender interesses próprios, em detrimento do povo. 

Infelizmente não podemos exigir que ele queira ser um mártir e comece a denunciar todo mundo que faz coisa errada no congresso então, temos que nos contentar com a afirmação genérica de  que há parlamentares bem intencionados, mas que não conseguem trabalhar porque o "sistema" não deixa.

É sintomático que um artista que ganhou a vida honestamente como um palhaço, seja responsável pela melhor avaliação da política e dos políticos:  "A partir do exato momento que você entra, ou entra no esquema ou não faz. É uma mão lava a outra. Tu me faz um favor, que eu te faço um favor. Eu não trabalho dessa forma", desabafou.

Tiririca conta que, certo dia, uma rapaz o procurou para oferecer um "negócio" de aluguel de carro. "O cara disse, 'bicho, vamos fazer assim, tal, o valor tal'. Eu disse: acho que você está conversando com o cara errado. Não uso carro da Câmara, o carro é meu.

Após se eleger duas vezes deputado com mais de um milhão de votos não resta mais duvidas sobre o seu potencial eleitoral, mas pensa em desistir da política e faz outra avaliação inteligente sobre a possibilidade de disputar mais um mandato: "Mas, para fazer o que? Passar oito anos e aprovar um projeto", desabafou o deputado, que só conseguiu aprovar uma de suas propostas em sete anos de mandato: a que inclui artes e atividades circenses na Lei de incentivo à cultura.

Hoje tem palhaço?  Tem sim senhor.

Hoje tem palhaçada?  Tem não senhor.

2 comentários:

Anônimo disse...

O deputado Tiririca realizou, enfim, seu primeiro e último discurso da tribuna da câmara federal dizendo-se desiludido com a política e insatisfeito com as atitudes de seus pares em relação aos anseios do povo brasileiro. O palhaço deputado ou o deputado palhaço, como quiser, depois de quase oito anos, finalmente, mostrou indignação com os podres do poder legislativo, ironicamente, sem achar nada engraçado. Ora, minha gente, ele como deputado cheio de privilégios se diz insatisfeito com o poder ao qual faz parte, o que dizer então dos brasileiros que vive sofrendo com as inconsequências dos políticos em geral. Chega de corrupção! Chega de palhaçada!
José Nilson Pereira Moura

José Nilson Pereira Moura disse...

O deputado Tiririca realizou seu primeiro e último discurso da tribuna da câmara federal dizendo-se desiludido com a política e insatisfeito com as atitudes de seus pares em relação aos anseios do povo brasileiro. O palhaço deputado ou o deputado palhaço, como quiser, depois de quase oito anos, finalmente, mostrou indignação com os podres do poder legislativo, ironicamente, sem achar nada engraçado. Ora, minha gente, ele como deputado cheio de privilégios se diz insatisfeito com o poder ao qual faz parte, o que dizer então dos brasileiros que vive sofrendo com as inconsequências dos políticos em geral. Chega de corrupção! Chega de palhaçada!