02 novembro 2016

VALEU O BOI.


Meu amigo Jaquito e outros vaqueiros nordestinos podem ficar mais tranquilos pois o plenário do Senado aprovou ontem (1º) o projeto de lei que torna a vaquejada patrimônio cultural imaterial e manifestação da cultura nacional. 

A proposta é uma tentativa de reverter a absurda decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de considerar a prática inconstitucional, por estar ligada a maus-tratos de animais.

O PLC transforma as práticas de montarias, provas de laço, apartação, bulldog, provas de rédeas, provas dos Três Tambores, Team Penning e Work Penning, paleteadas e outras provas típicas, como Queima do Alho e concurso do berrante, em expressões artístico culturais e as eleva à condição de manifestações da cultura nacional e de patrimônio cultural imaterial.

Isso realmente é um avanço, mas qualquer nordestino sabe que a vaquejada já é esporte consagrado, com circuitos organizados, com grande movimentação financeira, geração de empregos diretos e indiretos, além da manifestação cultural. 

Nenhum comentário:

CONCILIAÇÃO ITINERANTE EM BOM LUGAR.

 O  Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), por meio do projeto Conciliação está oeferencendo um serviço itinerante para  a população de Alt...