quinta-feira, 14 de novembro de 2019

NÃO MORRA MARIA DA PENHA !


A Secretaria Municipal da Mulher e Secretaria Municipal de Educação, representando a Prefeitura Municipal de Bacabal do Seminário, participaram do Seminário de apresentação de trabalhos “A Gestão de Projetos e as Contribuições para o Sistema de Justiça”, realizado no Auditório do Fórum de São Luís (Calhau).

 Os autores dos projetos foram capacitados nas oficinas do Curso de Elaboração de Projetos em Políticas Públicas Judiciárias, promovido pela Escola Superior da Magistratura do Maranhão (ESMAM), com duração de 180 horas, durante os meses de junho a outubro deste ano. O conteúdo é resultado de diagnóstico sobre as demandas institucionais para projetos no âmbito do Tribunal. Na ocasião foi a presentado o Projeto NÃO MORRA, MARIA DA PENHA: a contribuição do Poder Judiciário maranhense na perspectiva e efetividade da Rede de Proteção à Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, de autoria da Juíza da 2ª vara de Violência Doméstica de São Luís, Lúcia Helena Barros Heluy da Silva e do Secretário Judicial da Distribuição da Comarca de Bacabal, José William Ferreira da Silva. “São trabalhos produzidos com propósito e sensibilidade, que terão alcance social imensurável, com a participação de todas as esferas do Judiciário”, disse o desembargador Jorge Rachid, na abertura do evento. 

 Para o Secretário Judicial, José William Ferreira: 
“ a escolha do tema para o projeto se deu em função da preocupação com os elevados índices de violência doméstica em São Luís e em nossa Cidade de Bacabal, por isso o projeto tem como objetivo Fortalecer a Rede de Proteção à Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, como estratégia de busca ativa da mulher em situação de violência no Termo de São Luís e Comarca de Bacabal”.

Na ocasião a chefe de gabinete da Secretaria Municipal da Mulher Celijane Viana Nunes destacou: “O projeto Não Morra, Maria da Penha é muito importante e de total interesse desta Secretaria das Mulheres, e apresentarei o projeto também ao Prefeito Edvan Brandão e à Secretaria de Assistência Social para que possam ser firmadas parcerias desses órgãos junto ao Poder Judiciário, fortalecendo assim a Rede de Proteção à Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar em Bacabal.” Estiveram presentes ainda a delegada Maria Augusta Dominici, da Delegacia especializada da Mulher, Professor Moisés Bayma da SEMED, Cybelly Pereira Teles, da Secretaria da Mulher e o juiz da Vara da Família Dr. Jorge Sales Leite. Para a delegada Maria Augusta Dominici, da Delegacia Especializada da Mulher em Bacabal, participar do evento foi importante e defende: “projetos que visam proteção e valorização das mulheres são fundamentais e podem ser melhor garantidos através de parcerias que fortaleçam a Rede de Proteção à Mulher”.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui. Sua opinião é importante e ajuda a formar a consciência coletiva.

Na PGR, associação de povos indígenas denuncia Bolsonaro por racismo Em live, presidente disse que " cada vez mais, o índio é um ser...