11 novembro 2013

Estado de INSegurança Pública do Maranhão.

Hoje pela manhã fui surpreendido com a informação de que o senador João Alberto estaria tentando ser ungido a posição de salvador da pátria na Segurança Pública.
É verdade que o então governador agiu com firmeza contra as organizações criminosas em nosso Estado.  Tomou decisões firmes, chamou para si a responsabilidade e teve como resposta da população.
Também é verdade que a  situação atual chegou a níveis insuportáveis para todos nós e é fruto da visão equivocada da Governadora, que não se sensibiliza com o sofrimento das famílias diante à ação desenfreada dos marginais e age com leniência com aqueles que deliberadamente cometem crimes monstruosos contra a sociedade.
Qualquer um que assuma a Pasta da segurança, com essa mentalidade e sem o apoio incondicional de quem toma decisão não vai conseguir muita coisa. O Senador sabe disso, mas como sempre, acredita que pode fazê-lo.
Sei que o Senador João Alberto é comprometido e competente, porém hoje a coisa é diferente. Vou relacionar as dificuldades que o impediriam de combater essa onda de violência:
1. A população aumentou de 500 mil para 1.200 (hum milhão e duzentos);
2. O contigente policial diminuiu absurdamente;
3. Hoje tem câmeras, facebook, blogs, celulares que impediriam “a tolerância zero” de agir;
4. OAB/DIREITOS HUMANOS – que impediriam “a tolerância zero”;
5. Absurdo fortalecimento bélico e financeiro do crime organizado no tráfico de drogas;
Ou seja, 1990 MUITO DIFERENTE DE 2013.

Nenhum comentário:

MOTORISTA PODE SER COBRADOR.

  O  TRT-MA decide que é  inconstitucional a lei municipal que proibia o acúmulo de funções de motorista no transporte público de São Luís. ...