05 dezembro 2021

Poema novo do Poeta Paulo Campos.

 UM RIO EM MIM


Um rio escorre em mim

Nas profundezas dá medo

Onde guardo meus segredos

Os tormentos, o sofrer


Constantemente deságua

Afogando minhas mágoas

Assombrando meu viver


Entre troncos e barrancos

Vai rompendo em corredeiras

Arrastando e lavando

As relações traiçoeiras


Mesmo que ainda a queira

As águas turvas ligeira

Carregam os dissabores

Das ilusões passageiras


O rio que escorre em mim

Repleto de abandono

Despeja no oceano

As sobras desses amores

No infinito das dores


Paulo Campos

Nenhum comentário:

ALIMENTOS GRAVÍDICOS.

  Você sabe o que são   Alimentos Gravídicos ? A Lei 11.804/2008 dá à mulher não casada e que também não vive em união estável e não tenha c...