sexta-feira, 8 de março de 2019

Planalto quer conter “clero de esquerda’.

A Agência de inteligência e militares se articulam para evitar que Igreja Católica critique ações do governo.

Essa mistura é perigosa. O nosso Estado é laico, não porque nosso povo não acredita em Deus, pelo contrário, é muito fervoroso.

Por isso é importante que as crenças religiosas não sejam a motivação dos atos de governos. 

Pastores e padres podem sim fazer política, pois são parte da sociedade, com direitos e deveres. O que não pode é o governo decidir quem combater e quem apoiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui. Sua opinião é importante e ajuda a formar a consciência coletiva.

EMBAIXADOR OU LIDER DE PARTIDO MEU FILHO TEM QUE TER VAGA.

Com a briga do PSL se instala mais uma batalha onde a família Bolsonaro se coloca como única capacitada para todos os cargos da República...