domingo, 17 de março de 2019

Polícia Civil deflagra “Operação Trojan Horse” e prende três fraudadores em São Luís.


Do blog do Marco Silva 

 Link
A Polícia Civil do Maranhão, por meio do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos (DCCT/SEIC) e do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-LD), realizou na manhã desta sexta-feira (15) a “Operação Trojan Horse”, que resultou no cumprimento de mandados de prisão preventiva e busca apreensões contra suspeitos de integrar uma associação criminosa que fraudava boletos de cobranças de taxas condominiais.
A quadrilha adulterava o código de barras de boletos de cobranças. Ao serem pagos, os valores dos boletos não eram creditados na conta do condomínio, mas na conta de uma empresa gerida pelo grupo criminoso.
 Estima-se um prejuízo de, aproximadamente, 500 mil reais ao longo de 3 anos (2015 a 2017) ao condomínio residencial Parque das arvores “Grand Park”. As investigações foram iniciada em 27/09/2017. 
Ficou demonstrado nos autos do inquérito policial que os investigados praticaram condutas previstas nos tipos penais:
– art. 171, CP (estelionato)
– art. 299, CP (falsidade ideológica)
– art. 288, CP (associação criminosa)
– delitos previstos na lei 9.613/1998 (lavagem de dinheiro).
Por fim, os mandados foram devidamente cumpridos e os integrantes: Wennys Carlos de Sousa Oliveira, Isaac Pereira do Nascimento e Leide Dayana Dias Silva, encontram-se presos a disposição da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui. Sua opinião é importante e ajuda a formar a consciência coletiva.

O Brasil elegeu um presidente e recebeu um eterno candidato.

O que o presidente deveria estar fazendo: -Coordenando o combate à pandemia -Defendendo a Lava Jato -Trabalhando nas reformas estruturais e ...